Definições do Sistema Toyota de Produção

Algumas das ferramentas do Sistema Toyota que iremos detalhar.

PDCA

A seguir, algumas das ferramentas do Sistema Toyota de uma maneira detalhada:

Just in Time: É um sistema de administração da produção que determina que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora certa. Just in time é um termo inglês, que significa literalmente “na hora certa” ou “momento certo”. Sistema Toyota
A gestão da qualidade total (em língua inglesa “Total Quality, Management” ou simplesmente “TQM”) refere-se a uma estratégia de administração orientada a criar consciência da qualidade em todos os processos organizacionais.

É referida como “total”, uma vez que o seu objetivo é envolver distribuidores e demais parceiros de negócios.

Sistema Toyota
Kanban: O Kanban é um método de organização que consiste na marcação dos processos e etapas de uma produção através de cartões ou sinalizadores, como os post-its, por exemplo.

O Kanban permite um controle mais acertado sobre os detalhes de uma produção, como informações sobre quando, quanto e o que produzir.

Kanban
Kaizen: “Hoje melhor do que ontem. Amanhã melhor do que hoje.”  Kaizen
5S: Etapa inicial e base para implantação da qualidade total, a metodologia 5S é assim chamada devido à primeira letra de 5 palavras japonesas: Seiri (utilização), Seiton (arrumação), Seiso (limpeza), Shitsuke (disciplina) Seiketsu (higiene).  5S
O Diagrama de Pareto: É um gráfico de colunas que ordena as frequências das ocorrências, da maior para a menor, permitindo a priorização dos problemas, procurando levar a cabo o princípio de Pareto (80% das consequências advêm de 20% das causas), isto é, há muitos problemas sem importância diante de outros mais graves.

Sua maior utilidade é a de permitir uma fácil visualização e identificação das causas ou problemas mais importantes, possibilitando a concentração de esforços…

 Diagrama de Pareto
Os pontos-chave do lean manufacturing são:

  • Qualidade total imediata, Minimização do desperdício, Melhoria contínua.

Processos “pull”, Flexibilidade. Construção e manutenção de uma relação a longo prazo com os fornecedores tomando acordos para compartilhar o risco, os custos e a informação.

 Lean manufacturing
PDCA (do inglês: PLAN – DO – CHECK – ACT ou Adjust) é um método iterativo de gestão de quatro passos, utilizado para o controle e melhoria contínua de processos e produtos. É também conhecido como o círculo/ciclo/roda de Deming, ciclo de Shewhart, círculo/ciclo de controle, ou PDSA (plan-do-study-act).  PDCA

 

PDCA

PDCA (do inglês: PLAN – DO – CHECK – ACT ou Adjust) é um método iterativo de gestão de quatro passos, utilizado para o controle e melhoria contínua de processos e produtos. É também conhecido como o círculo/ciclo/roda de Deming, ciclo de Shewhart, círculo/ciclo de controle, ou PDSA (plan-do-study-act). Outra versão do ciclo PDCA é o OPDCA, onde a letra agregada “O” significa observação ou como algumas versões dizem “Segure a condição atual”. Esta ênfase na observação e na condição atual é utilizada frequentemente na produção enxuta (Lean Manufacturing / Toyota Production System) do Sistema Toyota de Produção.

É uma ferramenta baseada na repetição, aplicada sucessivamente nos processos buscando a melhoria de forma continuada para garantir o alcance das metas necessárias à sobrevivência de uma organização. Pode ser utilizada em qualquer ramo de atividade, para alcançar um nível de gestão melhor a cada dia. Seu principal objetivo é tornar os processos da gestão de uma empresa mais ágeis, claros e objetivos. Segundo Vieira Filho (2014, p. 24), “esse método é largamente utilizado na busca da melhoria continua tão necessária para o sucesso dos negócios.”

Fonte Ciclo PDCA na Segurança do Trabalho

 

O Canvas

Detalhes em SEBRAE Canvas

Na internet:

O Canvas

 

E no ERP Técnico EngWhere  Essencial

Lean Canvas ERP Técnico

O Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios” é uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes.

É um mapa visual pré-formatado contendo nove blocos do modelo de negócios. O Business Model Canvas foi inicialmente proposto por Alexander Osterwalder baseado no seu trabalho anterior sobre Business Model Ontology.

As descrições formais do negócio se tornam os blocos para construir suas atividades. Existem várias conceitualizações diferentes de negócio; o trabalho e a tese de Osterwalder (2010, 2004) propõem um modelo único de referência baseado nas semelhanças de um vasto número de conceitualizações de modelo de negócios. Com seu padrão de design de modelo de negócios, uma empresa pode facilmente descrever seu modelo de negócios.

Continua em Wikipedia.org

Canvas


Deixe uma resposta