Apropriações em Campo

Padrão SPGO

Apropriações em Campo
Apropriações em Campo

Apropriações em Campo

As apropriações em campo que nos referimos, prestam-se para levantar índices de produtividade para Orçamentos (composições de preços unitários), e para coletar dados para o Planejamento (Previsto / Realizado).

Os índices de mão de obra deverão ser apropriados diretamente em campo e em mais de uma obra e região, devido às variações que se sujeitam.

Os índices encontrados na literatura deverão, sempre que possível, serem aferidos, ainda que mantendo sua itemização.

Ao se apropriar os índices de obra, pelo menos 2 (dois) critérios deverão ser obedecidos:

1. A apropriação direta do tempo gasto pelos profissionais envolvidos é feita por apropriadores ou apontadores, sob instruções de Orçamentista, que calculará os quantitativos dos serviços apropriados.

A apropriação não deverá ser feita isoladamente de um único serviço, mas de todos os serviços de um setor simultaneamente (carpintaria, serviços de pedreiro, armação, etc) em período pré-definido (preferivelmente de 7 dias, caso seja este o período de sua Folha).

Poderão ser utilizadas ainda, a critério do orçamentista responsável, as Partes Diárias dos Serviços (por turma), emitidas pelos chefes de cada turma.

2. O resultado deverá ser confrontado com os dados da Folha de Pagamento (elaborada no Departamento de Pessoal por critério diferente).

Ambas as apropriações deverão fornecer, evidentemente, os mesmos índices ou somatórios idêntica. A diferença deverá ser computada como perda e acrescida nas apropriações.

Deverá ser levada em conta a relação entre oficiais e ajudantes praticada segundo os critérios de cada Empresa.

Por exemplo, as seguintes relações poderão ser adotadas em turma de 12 operários:

  • 4 ajudantes de carpinteiro para 8 carpinteiros;
  • 5 serventes para 7 pedreiros;
  • 6 ajudantes de armadores para 6 armadores;
  • 6 ajudantes de montagem para 6 montadores;
  • etc.

É sempre conveniente, distinguir nas CPU’s, funções como Serventes, Ajudantes (de pedreiro), Ajudantes de Armador, Ajudantes de Carpinteiro, embora com mesmo salário, para que se obtenham melhores informações dos serviços, quando elaborados os cronogramas e curvas da mão-de-obra.

As apropriações não são cronometragens tipo corrida de cavalos e os apropriadores devem ter a liberdade de estimar valores conforme seu bom-senso.

 

Veja também Fiscalização e Paralisação


Um comentário sobre “Apropriações em Campo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.