Sentir, Somar e Tocar

Segundo Fernando Pessoa

Gestão de Obra Segundo Fernando Pessoa

Sentir

O mundo é de quem não sente. A condição essencial para se ser um homem prático é a ausência de sensibilidade.Viver não é necessário. Necessário é criar.

Somar

Dois bons poemas não valem mais juntos do que o melhor dos dois.

Tocar

A única aristocracia é nunca tocar. Não se aproximar – eis o que é fidalgo.

 

Veja também Rosa de Luxemburgo


Deixe uma resposta